terça-feira, 26 de abril de 2005

É hora de Descontrair

Essa história é famosa na família, e prova o quanto eu posso ser "boca dura" desde pequena.
Foi num almoço, eu com 2 anos e pouco, e o papo foi assim:

- Ilana, você quer pão ??
- Não.
- Quer uma bolacha ??
- Não!!!
- Quer um pedaço de carne??
- Nããão !!!
- Quer suco ??
- Nãããããããõoooo !!!
- E merda, você quer ??
- Méida eu quéio !!

Num outro momento do mesmo almoço:

- Pede perdão pro tio, Ilana.
- Não.
- Pede desculpas pro tio !!
- Não !!!
- Mas que menina, vamos, peça perdão !
- Peidão bocabéita !

Fazendo um grande parênteses
A nova integrante da cAsA dAs loucAs faz jus ao cargo, acho que vai dar certo, é daquelas gaúchas loucas (conheço algumas, afinal eu sou uma gaúcha louca, minha mãe tb é) que fala pelos cotovelos, faz tudo rápido, é meio estabanada, gosta de contar vantagem, mas o melhor de tudo... não tem medo de pegar no batente (e pesado). 
A primeira impressão deu certo... acho que ela tá contente com a "ordem" na casa. Quem sabe a gente não consiga manter isso por mais tempo. 
Não... não... acho que não vai rolar. A Carolina continua saracoteando mais que bolacha em boca de véia, a Camila continua fazendo "pú" doce na hora de comer, então, não tem como a cAsA dAs loucAs viver de aparências. 

Minha saúde: 
Estou bem, realmente foi um susto apenas, mas na verdade as pessoas têm me perguntado o que o médico falou. 
Então vou contar mais um detalhe sórdido da estória. Na verdade quando eu cheguei lá no PS me colocaram na enfermaria, ao lado de um senhor que estava infartando, sim, ele sim estava passando mal. 
Pois bem, eu tenho um certo trauma dessas coisas relacionadas a infarto pq em 1998 meu pai teve um ataque na minha frente, foram os 30min mais agoniantes da minha vida. Eu realmente fiquei abalada. Graças a Deus hoje ele está vivo, só precisa cuidar mais dos doces, né Seu Edgar, mas ele era fumante e tb largou o cigarro com esse episódio (estava com 99% de entupimento nas veias, teve duas paradas respiratórias de 10min, foi ressucitado nas duas, colocaram dois stents, ficou 15 dias na UTI, e saiu dessa sem nenhuma seqüela, apenas a psicológica... o famoso "C* na mão"). 
Voltando à minha pessoa... então eu estava lá deitadona esperando pra fazer o eletro quando o velho começa a passar mal. Gemer, fazer aquele movimento de vômito a toda hora, e bem alto, berrando !! Huuuuugooo.... Huuuuugo.... 
Aquilo foi me agoniando. Quando o eletro ficou pronto e o médico chegou pra saber mais sobre o caso, eu mesma tratei de dar o diagnóstico, aquele que pudesse me tirar dali o mais rápido possível. 
"Olha doutor, eu estou cansada, são 5h e eu ainda não dormi, sou fumante, sedentária, e acho que foi só um susto, posso ir pra casa agora??" 
"Mocinha, você pode até ter tido uma disritmia, mas não apareceu no eletro, então acho que vc deve ir pra casa e descansar, vai dormir, relaxar, e vê se não fica até tarde no computador. Qualquer coisa volte !!" 
"Sim senhor, estou indo, tchauzinho, foi um prazer" 

Então, foi isso!!! Agradeço a todos os comentários de preocupação, aos puxões de orelha, e posso dizer com certeza, que dessa vez eu paro de fumar... se era isso que faltava pra eu criar juízo, pronto, não falta mais nada !!! 

Os maiores motivos para esse batalha com certeza são essas figurinhas aqui: 





Quase que eu me esqueço de uma coisa muito, MUITO, MUITO importante.... Daya, minha querida MUITO, MUITO obrigada mesmo pelo seu post em minha homenagem... você é um anjo de pessoa, um doce, um amor !!! Eu fiquei toda feliz ao ler meu nome lá, e o melhor é que eu li essa cartinha junto com a Camila, e me senti orgulhosa por receber tantos elogios. Obrigada, de coração !!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...