quarta-feira, 15 de junho de 2011

Portão Eletrônico

Mais um post pra categoria "me fodi com serviço podre".
Well, tá certo que fomos meio ingênuas (minha mãe e eu, 50% de culpa pra cada), mas quem vai imaginar né? 
Afinal já diz a propaganda da Coca-cola "os bons são a maioria", vamos acreditar nas pessoas, e torcer pra não pegar justamente um ruim no meio desse tantão de gente boa. 
Foi assim, ó... analisa comigo, que no fundo, bem lá no fundo, a gente não teve muita culpa.
Tá o homem tocando a campainha do vizinho, eu tô entrando no portão de casa, ele pergunta pra mim se eu sei do vizinho, eu digo que não sei de nada, nem de ninguém, pq quase não vévo em casa, ele então começa de papo, dizendo que veio instalar o alarme, diz que é o mesmo que o meu serviço e aponta prapraca, eu digo que aquele não é o meu monitoramento, que é apenas o meu vigia noturno, que o monitoramento eu faço com outra empresa, e ainda dou gorjeta pros trafica do bairro me protege (tô brincando).
Beleza, ele entendeu e perguntou pq eu não fazia o monitoramento com eles tb, afinal dois clientes lado a lado é bão pra eles, bla bla bla, daí ele vai bisbilhotar o meu portão e ficou admirado por eu não ter portão eletrônico, afinal, é perigoso descer do carro pra abrir e fechar portão, sem contar que dia de chuva é UÓ e bla bla bla. Eu explico que cuido pra descer do carro, que as menina são tudo vacinada já, quando chega em casa de noite é pra fazer silêncio, desliga o rádio, olha para todos os lados, atrás de todas as moitas, encaramos todos os postes, dá-se a volta na quadra 4 vezes, reza o pai nosso, para em frente de casa, desliga o carro, pega alarme na mão pra disparar em caso de emergência, desce com a chave do carro na mão pra modo de negocia cos ladrão em troca das filha, abre o portão cas mão e entra no carro, liga, arranca os pneu, freia bruscamente, desce correndo e empurra aquele portão com toda a força e velocidade do mundo, o portão faz um barulhão e se espatifa contra o muro... todos vizinho olha de cara feia, mas em dois segundos ele tá fechado.
E assim vou vivendo há 10 anos morando aqui nesta singela residência, neste bairro magnífico de tão seguro.

[abre parênteses]
Tenho trauma de não ter o controle da situação.... uma vez fui assaltada pq o vidro elétrico do carro sobe mais devagar que uma lesma tetraplégica com paralisia cerebral.... eu só vendo o guri com o canivete na mão se chegando, tasquei o dedo no botão pra fechar o vidro e o guri nem correu pq sabia que o vidro era lerdo, aquele dia se eu tivesse um vidro de abertura manual, em dois palito eu tinha fechado e tava salva!
Bem, depois disso passei a andar com os vidros totalmente fechados, parei de fumar, o que ajudou e muito e nunca mais abrir o vidro. Também não adiantou muita coisa, tempos depois fui assaltada com o vidro fechado mesmo, moço bateu um 38 no vidro e mandou abrir.... vô fazer o que? Carro blindado é meu "next level".
[fecha parênteses]

Tá, voltando pro portão, onde foi que eu parei? Xô lê di novo o que escrevi pra lembrar....
Antes de voltar, só pra explica que tô meio caipira essa semana, escrevendo tudo meio errado, por conta das festa junina, né, São João, essas coisas.... e também pq agora tenho aval do MEC (ironia pouca é bobagem).

Depois de uns 20 minutos ouvindo o cara, minha mãe, de saída, passa por nós e entra no papo, explico que o papo é sobre portão eletrônico, ela diz que paga pra mim pq ela não aguenta mais essa pobreza de não ter controle remoto pra abrir portão, bla bla bla. DE BOCA ela manda o cara voltar no dia seguinte pra passar o orçamento, ele prontamente diz que são R$350,00 a parte dele, e caso eu queira fazer um portão auxiliar ele indica o sujeito que faz. DE BOCA autorizamos o caboclinho a colocar o portão.

Dois dias depois o sujeito aparece munido de gente e material, começam o serviço, às 10h da manhã, previsão para terminar em 2h de trabalho. Às 13h minha mãe sai da minha casa e o caboclo a acompanha para sacar o dinheiro com o pagamento do serviço, ele pega o dinheiro, e ela acha que lá em casa tá tudo certo. 

Enquanto isso, lá em casa, cai a luz geral, desliga computador, geladeira e todo o resto. Apagão na casa das loucas. Meia hora depois os caboclinho batem na porta e dizem "vamos almoçar e já voltamos".

Conclusão da história: NÃO VOLTARAM!

É, pois é, ficou balde com resto de cimento, motor sem funcionar, portão MEGA pesado pra abrir e fechar com aquela merda de motor fazendo pressão e eu não sabia nem o nome do homem, nem da empresa, nem telefone, nem NADA. 
Sorte é que tenho boa memória, e em último caso tínhamos o vizinho pra nos salvar com o tal do monitoramento, mas durante os papos o cara me passou o endereço dele, como quem dá referência de honestidade. Busquei no Saint Google e encontrei o celular do caboclo, liguei, e então entendi, que o funcionário dele queimou a porcaria da placa, inverteu os fios, fez merda, enfim, e ele havia mandado consertar a placa.
Porra, tô comprando coisa retificado? Quero placa nova, motor novo, e não coisa consertada!

Tá, essa instalação foi feita no dia 26 de maio, e até hoje ainda estou no manual.
O cara veio, tentou consertar e queimou outra placa!!!!! Dá pra acreditar????

Coca-cola, os bons são a maioria, pois olha.... ele até pode ser boa pessoa, mas como profissional da área de portões eletrônicos, ele dá um belo garçom!

Continuamos no aguardo da resolução do problema. Não havendo, publico nome, endereço, telefone e referências do serviço.

Ah sim, e pra justificar que não fomos tão culpadas na contratação, o que houve é que minha mãe que NUNCA me vê conversando com estranhos (sim, sou antipática e bicho-do-mato) achou que eu conhecia o cara, e por isso mandou ele fazer o serviço. E eu achando que a minha mãe já o conhecia, afinal ela fica em casa em horário comercial, e eu não, também fiquei tranquila e aceitei o bendito. Falha de comunicação, ops!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...