quarta-feira, 22 de setembro de 2004

Consulta Médica

Ontem poderia ter sido decretado feriado na cidade já que eu fui ao médico por livre e espontânea vontade.
Sim !! Isso é um evento inusitado !!
Tudo começou na semana passada quando tive umas dores infernais no abdômen. Consultei o médico da empresa e ele pediu que eu fizesse uma ecografia.
Eu fiz... não deu nada... mas aí a família começou a me cutucar pra eu procurar um médico, investigar melhor, fazer um check-up.
Como não costumo frequentar consultórios médicos, não tenho ninguém que possa chamar de "meu médico".
Pedi algumas dicas para o meu irmão que é da área e ele me indicou o Dr. Carlos Henrique.
Fui alertada para o fato dele ser geriatra, mas que também atendia como clínico geral.
Marquei hora para ontem, às 15h. Cheguei no consultório e me senti uma idosa.
O que uma jovem senhora (agora peguei pesado comigo mesma).... o que uma moça, de 30 anos, está fazendo num GERIATRA ?!?!?!?!
Na sala de espera havia três jovens senhores (agora sim, está mais apropriada a colocação) de uns 80 anos cada um, e eu, sentadinha lendo uma revista Veja.
Cheguei 10 minutos antes da consulta. Sai paciente, entra um dos jovens senhores na sala do médico.
Meu Deus... 1h de consulta ??? Comecei a imaginar o que estaria se passando lá dentro.
Será que o médico estava dando a notícia "o Sr. tem mais 2 meses de vida, seu câncer se espalhou"... ou então "o campeonato de bocha do bairro foi um sucesso".
Minha paciência já estava acabando, eu tinha que voltar para o trabalho !!!
Então chega mais uma paciente, eu era a das 15h, ela das 15h30min, e já eram 15h30min, e eu nem tinha entrado ainda !!
A senhora acompanhada do filho que estava com pressa, já reclamando pelo atraso do médico e dizendo que tinha compromissos...
Oras bolas, todo mundo tem compromisso em pleno horário comercial de segunda-feira.
O que mais irritava agora não era o atraso do médico, eram os comentários estressantes do cara... por mim, queria que o médico atrasasse mais 2 horas, só pra ver o cara pirar !!
E a mãe dele, de 81 anos, calma, tranqüila, serena...
De repente, não mais que de repente, abre-se a porta do consultório e sai o paciente de lá. No mesmo instante, o cara chato se levanta e a senhora também, o médico os cumprimenta (claro, ela deve chamar ele de "meu médico") e já iam entrando no consultório quando eu tive um surto.
Foi tudo muito rápido, só sei que eu me levantei e falei "EU ESTOU NA VEZ"... e fui entrando sala adentro.
Ooooooohhhhh !!! Poxa, Ilana, onde está sua educação com os idosos ? Sumiu, junto com a minha paciência de ficar esperando mais de hora para ser atendida.
E depois, aquilo ali não era pronto-socorro, nem ônibus, ela estava muito bem, podia esperar mais meia hora.
Mas eu devia ter dito o seguinte:
- Meu senhor, eu tenho 75 anos, sou viúva de um cirurgião plástico, dono de um spa. Depois casei-me com um cientista que faz experiências com formol, e nem preciso dizer que eu fui cobaia dele, portanto, essa carinha de 30 é só fachada, o senhor me dá licença, tenho uma consulta médica com o meu geriatra !!!      

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...